30.8.06

Alguém tem que ceder.

E a Universal deu o primeiro passo:

"Sustentada por seus rendimentos publicitários, a Universal Music, número um na indústria fonográfica mundial, oferecerá nos Estados Unidos e no Canadá o download gratuito de músicas para competir com a Apple e o sucesso de seu iTunes." Leia mais no UOL Música.


"A Vivendi Universal anunciou nesta terça-feira, 29/08, que vai oferecer todo seu catálogo de músicas gratuitamente para download na Internet. O serviço terá sua receita baseada em propaganda. A Spiralfrog – empresa especializada em entretenimento digital – fechou acordo com a gravadora para desenvolver um serviço para oferecer as músicas gratuitamente no modelo estabelecido até dezembro de 2006." Leia mais no Wnews.

Cidadão Instigado

Esse é o nome do projeto do Fernando Catatau, de Fortaleza, que já tem dois discos lançados, "O Ciclo da Decadência" (2002) e "E o Método Túfo de Experiências" (2005). O som deles é bem legal, apesar dos vocais serem um pouco toscos. As influências são diversas (Raul Seixas é a mais óbvia), mas o som deles é bem variado e interessante (as letras também são bem curiosas).

Eu gosto mais deles ao vivo do que nos discos - o que vem a calhar, já que eles estão fazendo shows por aqui. Um deles acontece hoje no Studio SP e o próximo é com os Los Hermanos no Citibank Hall, que deve ser beeeem legal.

Para quem não conhece as bandas legais e atuais brasileiras e está sempre com aquele discurso de que não existe música atualmente no Brasil (como meus amigos da faculdade) eu recomendo que vá nesse show. Nada melhor do que um show do Los Hermanos (tirando a loucura dos fãs malas) com a diversão de um show do Cidadão Instigado.


Myspace do Cidadão Instigado.

Bafafa

Estão rolando por aí comentários sobre o disco da Charlotte Gainsbourg (filha dele mesmo), chamado 5:55, principalmente depois da sua participação no novo filme do Michel Gondry (The Science of Sleep, sobre o qual já falei aqui) e do Lucio Ribeiro ter dito que o disco é ótimo. Segundo ele mesmo o disco está nos favoritos da Colette, loja cool francesa.

Ainda não ouvi o disco todo, mas com músicas de Jarvis Cocker e Air fica bem difícil sair algo ruim. No site dela dá pra ouvir duas músicas.

Como eu disse, ainda não ouvi tudo, mas acho que é mais um caso de Maria Rita. Ela é filha do grande nome da música francesa e está envolvida com nomes dos mais fodas do meio. Assim é praticamente impossível fazer algo ruim (se bem que a Maria Rita consegue às vezes). Preciso ouvir com mais calma pra criticar com mais autoridade. Mas a impressão inicial é essa. Escutem e tirem suas conclusões.

Site da Charlotte Gainsbourg.

28.8.06

dois coelhos


Depois de fuçar bastante no myspace do "The Bird And The Bee" resolvi ir no myspace da Inara George (da banda) e ver o que tinha por lá. Não sei se direito, mas parece que ela tem um disco lançado, "All Rise", do ano passado.

O som dela (obviamente) tem muito a ver com o de seu projeto paralelo, mas é mais calmo e introspectivo. Levada folk e pop, tudo muito suave. E como a voz dela é adorável fica difícil não ouvir milhões de vezes todas as músicas do myspace dela. É uma delícia (eu sei que eu uso muito esse termo, mas a voz dela realmente é uma delícia - brisa de verão colocada em música).

Na onda do Metric, Feist, essas coisas. É mais uma, mas é legal.


Myspace da Inara George

27.8.06

Gostinho de Verão


Eu não sou muito fã de verão (odeio calor, suor, a moleza e preguiça de fazer as coisas...). Mas também tem coisas boas, como uma boa piscina, praia, sol, mar, começos, possibilidades. O verão ficou marcado na minha cabeça como uma boa época por alguns motivos... E às vezes, no meio da correria em que estou tenho vontade de voltar para dois verões atrás, quando tudo era tranquilidade e diversão (não odeio minha rotina, de jeito nenhum, mas sou muito saudosa e escapista).

Digressões à parte, quando estou muito elétrica, lembrar desses verões me acalma. E algumas músicas são feitas para esses momentos. The Bird and The Bee é uma das bandas que tem essa característica.

Desde o nome "hipponga" até o som deles (que lembra bastante o Metric e às vezes o Zero 7) lembram aquele tempo quente e a brisa amiga do verão. Uma delícia. Os vocais são predominantemente femininos, bem suaves, o som é quase sempre downbeat, com algumas musiquinhas mais animadas (como "Again and Again", que tem violão rapidinho e uma batida à lá Flaming Lips).

Eles são uma dupla californiana, Greg Kurstin e Inara George, que se uniram através da paixão pelo jazz e acabaram fazendo algumas músicas juntos. O disco do duo será lançado ano que vem pela Blue Note, mas eles já tem algumas músicas no myspace e uma no site deles.


Site do The Bird and The Bee.
Myspace do The Bird and The Bee.

26.8.06

Noise


Oppenheimer é uma bandinha de indie/noise pop do Reino Unido muito legal. O som deles é muito gostoso, muito pop e cheio de detalhes e barulhinhos e o mais legal é que, apesar de se som ser tão completo eles são uma dupla. Mesmo nos shows eles tocam sozinhos e tudo funciona tão bem quanto no disco ("Oppenheimer", 2006").

O som é legal, nada de novo, mas música pop não precisa inovar para ser espetacular e te fazer dançar. Eles se apresentaram recentemente na WOXY e foi bem legal. O "live act" está no site da WOXY para quem quiser baixar.


Myspace do Oppenheimer.
Live Act do Oppenheimer na WOXY.

24.8.06

TIM Festival

Saiu a lista de atrações. Não tem Clap Your Hands Say Yeah!, mas tem TV on The Radio, Amadou & Marian, Black Dice e Bonde do Rolê, além do que o pessoal já sabia. Acho que eu esperava mais.

27 de outubro RIO DE JANEIRO Marina da Glória

TIM STAGE (23h)
Daft Punk

TIM LAB (22h30)
Céu
Amandou & Marian
Devendra Banhart

TIM VILLAGE (1h)
DJ Shantel
Maurício Valladares

28/10

TIM CLUB (20h)
André Mehmari Trio
Roy Hargrove
Charlie Haden

TIM STAGE (23h)
Mombojó
Patti Smith
Yeah Yeah Yeahs

TIM LAB (22h30)
Bonde do Rolê
TV on the Radio
Thievery Corporation

29 de outubro

TIM CLUB (20h)
Stefano Bollani
Ahmad Jamal
Herbie Hancock

TIM STAGE (23h)
Instituto
DJ Shadow
Beastie Boys

TIM LAB (22h30)
Marcelo Birck
The Bad Plus
Black Dice

22.8.06

Rapidinhas

O vídeo novo do Rapture está rolando solto por aí! Nem é tão bom, mas a música é sensacional! Pra quem torcia o nariz pros caras eles provaram que são bons mesmo e muito divertidos. Com a pitada extra de disco que a música deles ganhou eles se tornaram uma das melhores bandas pra tocar em festinhas. Yeah! Pra quem quiser ver, o vídeo já está no Youtube.




-----------

Eu já disse que "Young Folks" é a melhor música pop de todos os tempos? Pois é, e não sou só eu que acho. Vá lá no GvsB e baixe um remix genial.

-----------

CocoRosie ganhou mais uma noite na The Week. Elas tocam dia 31 também. Beleza!

21.8.06

(des)estabilizando


Tá. Com certeza vou demorar pra me acostumar com o novo ritmo. As coisas estão puxadas e eu tenho ficado cansada demais. Fora que fazer arquitetura é foda. Mata todo e qualquer tempo livre que um ser merece. Mas é isso aí...

Para aliviar uma segundona cheia nada melhor do que o friozinho que está fazendo e um disco (nem tão) novo do Zero 7. Eu sei que saiu há decadas e que muita gente comentou por causa da participação do Jose Gonzales, mas só decidi ouvir semana passada. Quanto desperdício.

Zero 7 é bonitinho, é gostoso, é downtempo, é verão e é dia frio de céu azul. É uma delícia. O melhor de tudo é que o novo " The Garden" é mais ousado e menos modinha do que os outros discos dos caras. Consegue ser mais eletrônico e mais folk ao mesmo tempo.

A primeira faixa, a ótima "Futures", parece muito algo do James Taylor, com uma batida bem sutil e vocal multiplicado. "Seeing Things" tenta ser kraut, mas fica no meio termo muito bem. "Today" é a mescla perfeita esntre o estilo dos dois artistas. As músicas que têm Gonzalez nos vocais são as melhores e mais agradáveis. Mas as outras também são demais.

De tão bom o disco me fez desejar os fins de tarde do verão, época da qual não sinto falta nenhuma.


Myspace do Zero 7
Link para baixar "The Garden" (do Music is The Weapon)

Algumas coisas

Ouvi o disco novo do Kasabian e me decepcionei MUITO. Esperava muito mais. O primeiro disco deles dá de dez nesse novo. Talvez eles tenham se empolgado com o sucesso rápido e relaxaram. Imperdoável. Ouvirei com mais calma e aí sim opinarei com mais autoridade sobre o disco.
Para quem quiser ouvir, o disco está inteiro no Myspace da banda.
---------
Lily Allen está tocando nas rádios daqui. Legal.
---------
O disco novo do Decemberists já vazou, eu já baixei e já ouvi. Comentários e link em breve.

20.8.06

Top Top

Mais uma vez a Pitchfork fez uma lista de tops. Essa última veio em doses - "The 200 Greatest Songs of The 60's". A lista é espetacular e tem de tudo - desde rock a soul e funk.
Pra quem estava se debatendo querendo para baixar a grande lista, o blog "Blogs are for Dogs" subiu as mp3 de TODAS as 200 músicas. Vá lá.

Desculpem a ausência


Como já tinha previsto ainda não me adaptei à nova rotina – acabei cochilando logo depois do jantar, ao chegar em casa e tomar um banho. A semana foi cansativa, mas logo me acostumo e o blog volta à ativa completamente.

O sábado frio e meio cinzento foi animado pelos Evangelicals, banda indie bem legal de Oklahoma, EUA. Não sei muito sobre eles, somente que eles acabaram de lançar seu primeiro disco, "So Gone", independente.

O disco é cheio de músicas alegres e divertidas e também conta com algumas lentinhas, bem gostosas que lembram muito o Luna no começo dos anos 90. O mais legal no disco é que ele tem um ritmo – começa super ensolarado, cheio de hits pop divertidos e vai lentamente diminuindo a velocidade e o volume da bateria no seu decorrer, com canções que são quase hipnotizantes no finzinho (perfeito para uma sonequinha depois do almoço, eheh). Nessa categoria "My Headache", "Into The Woods" e "The Water Is Warm" são preciosas.

Mas as faixas animadas também são excelentes. Aliás, é um disco que deve ser devorado por inteiro de uma só vez. Recomendo para um fim de semana cinzento e molenga que precisa de animação ou simplesmente boa música.



Myspace dos Evangelicals.
Link para download "So Gone" aqui. (Do Polaroid Rainbow)

16.8.06

Here I dreamt I was an Architect


Hoje eu comecei a trabalhar. Não sei quanto vai durar esse estágio - começou do nada e ainda estou um pouco perdida. Mas o estágio e os cursos que estou fazendo esse semestre dificultarão as postagens. Fica mais difícil ler e ouvir e baixar tudo o que eu gostaria. E a faculdade acaba ocupando esse tempinho que sobra.

Mas pretendo não parar com o blog. Muito pelo contrário. Mesmo que ele fique um pouco instável nos próximos dias. E com esse clima todo de faculdade, trabalho e projetos eu lembrei dessa música do título do post.

Decemberists é uma das melhores bandas indie/folk atuais. Eles são de Oregon e, liderados pelo superativo Colin Meloy, já lançaram três discos e alguns EPs. Todos os discos são maravilhosos, mas ultimamente tenho gostado muito do EP "5 Songs", de 2003.

Apesar do nome, são na verdade 6 músicas, mas são 6 pérolas. "Shiny" e "Angel, Won't You Call Me" são preciosas. O EP é uma amostra da essência da banda. Demais. Para quem não conhece é um bom começo.


Link para baixar o EP "5 songs".
Myspace do Decemberists.
*Update: Esse ano será lançado o quarto álbum do Decemberists, "The Crane Wife", primeiro a sair por uma 'major'. Eu obviamente ainda não ouvi, mas parece que já vazou. É só procurar.

15.8.06

Bootlegger

Site com várias Mp3 ao vivo e covers de algumas bandas. Ainda não testei a qualidade, mas parece ter bastante coisa legal.

Bootleg Browser

14.8.06

Suecos, sempre eles...


O disco "Writer's Block" do Peter Bjorn and John é definitivamente um dos melhores desse ano. Há algum tempo o estou ouvindo e quanto mais ouço melhor fica. O link para o myspace deles até esteve aqui do lado por alguns dias, mas é tão bom que merece um post inteiro.

Eles são um trio, se conheceram quando adolescentes em 1999, já lançaram dois discos e alguns EPs. Todos eles compõem, tocam e cantam. Todos suecos, claro! Eles são os reis do pop - desde o ABBA já vêm mantendo essa fama.

Writer's Block é um disco essencialmente pop, que lembra às vezes o começo do Belle & Sebastian e ao mesmo tempo o novo projeto do Erlend Oye, o "Whitest Boy Alive". Também há bastante influência do folk sueco. O disco é pop e dançante sem ser chato nem melado, o suficiente pra você tocá-lo praticamente inteiro na mesma festa (duas vezes até).

Infelizmente não consegui fugir do óbvio e elegi "Young Folks" (o hit) a melhor do disco. Juro que dá para ouvir essa música umas dez vezes seguidas sem enjoar e dançar TODAS as vezes.

Vá lá no myspace deles e ouça! Ou baixe agora o disco aqui. (link do Una Piel...)



Myspace do Peter Bjorn and John.
Site do Peter Bjorn and John.

12.8.06

Is This it?

O guitarrista dos Strokes, Albert Hammond Jr. (o cabeludo, não o magrelo) está com um novo projeto solo e disco, intitulado "Yours To Keep", a ser lançado ainda esse ano pela Rough Trade. O álbum conta com a participação de gente grande, como Sean Lennon, Ben Kweller e até mesmo Julian Casablancas, entre outros nomes legais.

A tracklist já foi divulgada, mas ainda não encontrei o disco na internet. Enquanto não vaza, dá para ouvir três músicas no myspace do moço ou baixar as mesmas três em mp3 desse blog gringo.

As músicas são bem legais e lembram BASTANTE os Strokes. Não que isso seja necessariamente ruim (ou bom)...

11.8.06

yaddayaddayadda


Sexta estranha. Estou cheia de coisas para fazer e não vou conseguir postar nada decente. Então pra compensar a falta de tempo, de post e de ânimo aqui vai um vídeo muito legal.

Divirtam-se.

10.8.06

dupla

Duas bandas beeeem legais e bem pop que eu conheci nos últimos tempos e não paro de escutar: Arrah & The Ferns e Bishop Allen.

A primeira, indie pop do bom, é um trio de Indiana, EUA. O pop deles é tão bom, animado e contagiante que até me dá alegria nas minhas manhãs de aula chatas e quentes e secas e com sono. Sim, se eu ouvisse no carro a caminho da faculdade me animaria. Eles lançaram um disco esse ano, chamado "Evan in a Vegan". Assim como o nome do disco, as músicas e as letras e até mesmo o site são muito espirituosos e divertidos. Divertido é a melhor palavra para definir a banda.

Gosta de pop? Passa lá no myspace deles.

A outra banda é o Bishop Allen, banda maluca de NY que prometeu lançar um EP para cada mês desse ano e até agora cumpriu muito bem a promessa. Os EPs têm músicas novas e interessantes, também divertidas e pop (não tanto quanto o Arrah & The Ferns), um pouco mais rock, com um algo de Grandaddy. Além das músicas serem bem legais as capas dos EPs são super bonitas. Algumas músicas estão disponíveis pra download no site deles e nesse blog também.

E eles também estão no myspace.

Aberfeldys's Gone

Eu gostaria muito de me empolgar e falar super bem do novo disco do Aberfeldy, mas será impossível.

Não que o primeiro disco deles, "Young Forever" seja maravilhoso, mas é uniforme, tem unidade e direção definida - mesmo com músicas chatinhas às vezes, o disco vale pelas ótimas "Love Is An Arrow", "Summer's Gone", "Vegetarian Restaurant" e "Heliopolis By Night".

Mas o novo (e pretensioso) “Whatever Turns You On” não me tocou. O disco muda muito, tem músicas meio 80’s e outras lembram muito Sister Hazel (meda!). As letras –ponto fraco deles- também não melhoraram. Até tem algumas músicas gostosinhas (“All True Tendencies” e a faixa-título), mas nenhuma ótima. Outro ponto fraco é que a alegria deles ficou demais, e as baladas ficaram ainda mais chatas. Uma pena, mas acho melhor voltar a escutar “Summer’s Gone” mesmo....


No myspace deles tem "Love is an Arrow" e "Summer's Gone", as melhores.

9.8.06

Bas-fond II

Ladytron vem tocar na D-Edge dia 1o de Setembro! Está no site da banda. O site não é muito claro, mas parece que será um Dj-set (Ladytron DJs) como foi no Sónar de São Paulo em 2004. Legal.

Bas-fond

A Erika Palomino não perde tempo quando o assunto é 'coolness' e bom gosto. Nessa onda, o site dela está falando sobre o ótimo disco do Fujiya & Miyagi, sobre o MSTRKRFT e o Whitest Boy Alive, bandas já comentadas aqui no Superlotado, além de outras bandas novas bacanas.

Como eu já disse, o texto pode ser um pouco cansativo por causa dos termos usados ("ferveu", "loucurinhas", "arrasou", etc.), mas o media player do site tem várias músicas das bandas citadas em ótima qualidade - e você ainda pode montar sua lista de favoritos. Vale à pena como alternativa ao myspace, que é pesado e quase sempre lento.

8.8.06

um pouco mais

Microcampo é o nome do meu novo blog, no qual escrevo um pouco sobre design, arte, moda, tecnologia e arquitetura. Ele será atualizado sempre que possível e ainda sofrerá algumas mudanças sutis.
O Superlotado continuará sendo atualizado diariamente. Mas passem lá.

perda


"O brasileiro Moacir Santos, que fez carreira dentro e fora do país como saxofonista, compositor, arranjador e maestro, morreu no domingo (6) aos 80 anos na Califórnia (EUA), onde morava há cerca de 40 anos. Ele estava internado desde a última sexta-feira em conseqüência de um derrame."

Da Folha Online

Uma grande perda para a música brasileira. Moacir Santos foi um dos maiores músicos brasileiros, apesar de ter maior reconhecimento no exterior. Apenas um disco seu foi lançado no Brasi (os outros foram lançados no exterior pela Blue Note). "Coisas", de 1964, é uma coleção de músicas maravilhosas, considerada inovadora desde a época do seu lançamento. É obrigatório para qualquer um que goste de música brasileira e jazz.

7.8.06

(re)começo

Voltei à velha rotina de aulas insuportáveis pela manhã. Espero que os acontecimentos nas próximas semanas não afetem o blog.

----------

O canal Sony está tocando Deerhoof numa das vinhetas de intervalo. Animal! Deerhoof é uma das bandas indie mais legais e barulhentas do planeta. A banda faz um noise pop perfeito com os vocais inconfundíveis de Satomi Matsuzaki. Os discos deles foram lançados pela espetacular Kill Rock Stars (Bratmobile, Xiu Xiu, Le Tigre) e seu último disco, "The Runners Four", de 2005 é um dos meus favoritos de todos os tempos.


Site do Deerhoof.
Myspace do Deerhoof.

4.8.06

RAauuurrrr!

A melhor música do último disco do Ratatat, sobre o qual eu já postei aqui, chamada Wildcat ganhou remix do e*Vax. Não sei quem é, mas o remix é absurdamente bom. Mp3 aqui.

(Do G vs. B)

Bond, Graham Bond

Graham Bond Organisation foi uma das maiores (e primeiras) bandas de R&B na Inglaterra dos anos 50/60. Dizem que eles nunca estouraram por sua ousadia, pelo som cru e rápido (que se aproxima muito do rock) e pelo tom vanguardista, um pouco demais para a época. Eles também ficaram muito ligados ao rock pelo fato de Jack Bruce e Ginger Baker, membros da banda, terem posteriormente formado o Cream.
O disco de 64, "Live at Klooks Kleek" é o melhor da banda, no seu auge na época. O disco tem versões mais inspiradas de algumas de suas músicas e termina com "What'd I Say", de Ray Charles. Mais sobre o disco e link para download aqui.
Uma participação da banda no estranho filme "Gonks Go Beat", de 65, está no vídeo abaixo. Não é ao vivo, mas o vídeo é bem legal. (Dica do Modculture).

3.8.06

shiny shiny


Uma das bandas mais interessantes que eu ouvi nessas últimas semanas foi o DeVotchKa, grupo norte-americano de Denver.

Já li comparações entre o DeVotchKa e bandas como Modest Mouse, Arcade Fire e até mesmo Patrick Wolf, mas são comparações fúteis e superficiais. O complexo som da banda é a união de folk e indie rock com elementos de música tradicional cigana e russa (entre outras influências, como spaghetti westerns, Tom Waits e Ennio Morricone).

A influência russa também aparece no nome, que significa algo como “jovem mulher” ou “garotinha” – a palavra DeVotchKa é um nome do Nadsat, idioma baseado no russo, inventado pelo escritor inglês Anthony Burgess (autor do Laranja Mecânica).

Digressões à parte, o DeVotchKa faz um som peculiar – seus quatro integrantes usam diversos instrumentos nada convencionais numa banda de rock, como theremin, trompete, violino e acordeão.

A banda tem quatro discos lançados – o último deles, “Curse Your Little Heart”, lançado esse ano, tem apenas covers. Uma das covers do disco é “Venus in Furs”, do Velvet Underground, e está disponível aqui.

No myspace da banda tem mais quatro músicas – três delas para download. No site deles também dá para ouvir algumas músicas com qualidade bem boa.


Site oficial do DeVotchKa
Myspace do DeVotchKa

2.8.06

Curtas

O site da Erika Palomino está com uma nova seção de multimídia muito legal - o som é ótimo e as músicas são legais (tem Vetiver, TV On The Radio, e até Wandula). A única coisa chata são os textos exagerados.

-----------------

Para quem aprecia música clássica o site Karadar é um parque de diversões - tem biografias, fotos, mp3 e outros downloads.

Bodas

Essa semana -mais precisamente ontem- a MTV gringa fez 25 anos. Ricardo Calil, do no mínimo, escreveu uma coluna falando sobre como a MTV, nos seus poucos 25 anos, já está velha, desatualizada e cada vez mais nociva:
"A MTV foi decisiva para moldar a cultura pop nesse último quarto de século (...). Mas houve um efeito nocivo de impacto ainda mais profundo. A MTV criou uma embalagem moderna para vender uma idéia antiquada de rebeldia, ajudou a formar uma geração de consumistas à beira da patologia, elevou ao cubo o narcisismo e o voyeurismo da cultura da celebridade."
E ainda cita a nossa MTV-Brasil:
"A MTV Brasil durante muito tempo pôde ser mais independente e criativa que a original. De uns anos para cá, porém, a programação caiu em uma certa pasmaceira e em um excesso de auto-referências."
Finalmente alguém disse a verdade sobre a emissora. A matéria toda está aqui.

Esgotando II

Depois de vááárias covers de "Crazy", do Gnarls Barkley, o Raconteurs resolveu tocar a música numa apresentação. Não ficou muito boa, mas para quem quiser ouvir a mp3 está no blog stereogum.

Falando em Gnarls Barkley, o vídeo novo deles é o da música "Smiley Faces" e é GENIAL, como tudo que eles fazem.

1.8.06

After Hours

Michel Gondry, famoso diretor do sensacional "Eternal Sunshine of The Spotless Mind" ( ou Brilho Eterno...) está com filme novo - "The Science of Sleep", que será lançado esse mês na França, e em Setembro nos EUA.

Gondry é muito conhecido por seus comerciais sem pé nem cabeça, e pelos videoclipes geniais como "Fell in Love With a Girl", dos White Stripes, “Star Guitar”, do Chemical Brothers.

O trailer do novo filme já está na rede e é bem legal – bem a cara do diretor, com imagens sem nexo e músicas ótimas (só no trailer rola Velvet Underground, Strokes e Death Cab for Cutie). Gael Garcia Bernal é o protagonista, ao lado de Charlotte Gainsbourg.


Pra quem quiser ver:

Site com o trailer em vários tamanhos (também tem outros vídeos do Gondry).
Trailer no Youtube.

Spank Rock

Spank Rock é um grupo americano que mistura hip hop, electro, miami bass, e outros elementos, criando músicas divertidíssimas, dançantes e com letras bizarras (os nomes das músicas e dos integrantes não ficam muito atrás na bizarrice).

Eu não sei muito sobre eles, mas isso não é necessário. Bom mesmo é ouvir as músicas e se divertir.


Myspace do Spank Rock.
Site do Spank Rock.
Spank Rock na KEXP.
 

Blog Counter